Entenda o que é o chikungunya

Entenda o que é o Chikungunya

Ultimamente muito tem se falado a respeito dessa doença e para que você entenda o que é o chikungunya e como se prevenir, preparamos esse artigo especial para tirar todas as suas dúvidas. A febre chikungunya é uma doença muito parecida com a dengue e existe há séculos, porém, seu vírus só foi descoberto no ano de 1952 e antes disso, todos os casos eram diagnosticados como dengue.

Somente a partir de 1952 é que se notou que havia diferenças entre a dengue e a chikungunya, já que os sintomas eram diferentes dos associados à dengue. O primeiro caso desse surto foi em dezembro de 2013 na ilha de Saint Martin, atingindo rapidamente outras pessoas nas ilhas do Caribe e na América do Sul.

Em um curto período, a Organização Mundial da Saúde confirmava mais de 500 mil casos nas Américas, comprovando a facilidade que essa doença tem em se espalhar rapidamente. Esses dados confirmam a importância da conscientização de toda a população e órgãos competentes em efetuar ações a fim de evitar a proliferação desse vírus.

Formas de transmissão do chikungunya

Formas de transmissão

O nome do vírus tem origem da língua Kimakonde e significa “homem que anda arqueado”, fazendo uma referência às fortes dores articulares causadas pela doença, que influenciam na expressão corporal do doente.

A transmissão se dá pelo mesmo mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti e Aedes albopictus e ao contrário da dengue, que muitas vezes o infectado contrai o vírus, porém não desenvolve a doença, no caso do chikungunya, 72% a 95% das pessoas infectadas desenvolvem os sintomas e ficam debilitados mais rapidamente.

Os sintomas mais comuns do chikungunya são febre alta e dores fortes nas articulações que podem persistir por meses e até anos. O diagnóstico se dá através de exames laboratoriais e o tratamento é realizado com a ajuda de analgésicos e antitérmicos para aliviar as dores.

Diferença entre a dengue, zika vírus e chikungunya

Diferença entre dengue, zika e chikungunya

Para saber todos os detalhes dos sintomas, veja nosso infográfico.

Dicas para prevenção

Dicas para prevenção

Infelizmente a medicina ainda não encontrou uma solução impeditiva para o vírus chikungunya, sendo importante a conscientização de toda a população a tomar medidas preventivas em suas próprias casas.

Como sabemos, o transmissor da doença é o mosquito Aedes aegypti, o qual se reproduz facilmente em locais com água parada. Assim, tome alguns cuidados para evitar que essa doença entre em seu lar:

  • Elimine o risco evitando deixar água parada em baldes, vasos de plantas, pneus velhos, garrafas e outros objetos;
  • Mantenha as calhas do imóvel limpas, evitando o acúmulo de sujeira e água parada no local;
  • Fique atento à limpeza e higienização da caixa d´água;
  • Não jogue lixo nas ruas, margens de rios ou valetas, pois possibilita a criação do mosquito;
  • Se possível coloque telas em seu imóvel;
  • Tenha cuidado com as piscinas plásticas montadas para divertimento das crianças. A água parada por muito tempo é um convite para a doença.

Como visto as medidas são simples e podem ser tomadas por todos nós. Conscientize sua família, amigos e vizinhos a acabar com todo e qualquer foco de reprodução do mosquito.

Sua saúde vale ouro, fique atento!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *