Vazamentos geram tarifa de contingência

Vazamentos geram tarifa de contingência

Você sabia que vazamentos geram tarifa de contingência? Esse é um assunto que interessa a toda população, visto que temos enfrentado uma grande crise hídrica nos últimos tempos, e que tem refletido diretamente na rotina de milhares de famílias, inclusive na rotina financeira. Com tantas informações circulando nos meios de comunicação sobre o assunto, surgem algumas dúvidas, sendo natural que muitas pessoas não saibam que os desperdícios da água, inclusive os vazamentos, podem gerar tarifa de contingência.

Em tempo de escassez, cada gota de água é muito importante para evitar desperdícios e economizar. Uma torneira pingando, por exemplo, consome mais de 40 litros de água por dia e com certeza irá refletir no seu bolso. Confira agora algumas dicas que a Roto-Rooter Desentupidora preparou para que você e sua família não façam parte dos altos índices de perda de água.

O que é tarifa de contingência?

O que é taxa de contingência

A tarifa de contingência é aplicada para os usuários que ultrapassem a média de consumo mensal apurada, visando à redução do consumo da água decorrente da situação grave que enfrentamos com a escassez de recursos hídricos. Porém, o problema é que muitos estão pagando tarifas, mesmo fechando as torneiras, graças aos vazamentos, que muitas vezes são imperceptíveis.

As companhias responsáveis pelo saneamento básico das cidades estão acompanhando de perto os desperdícios causados nas residências e comércios e aplicando essa tarifa de contingência adicional para os esbanjadores de água. Isso, porque mesmo com tantos pedidos pela economia da água, ainda é comum ver pessoas lavando calçadas, carros e até ruas, desperdiçando a água de forma irresponsável, um bem tão precioso para o ser humano.

Como encontrar vazamentos no imóvel

Para aqueles que evitam o desperdício e não querem pagar multas por excesso de consumo, separamos algumas orientações simples que podem ser verificadas por qualquer pessoa, mesmo sem conhecimento técnico do assunto, confira:

vazamentos na parede Vazamentos na parede: Normalmente fica úmido, na maioria das vezes escorre água, a tinta da parede começa a criar bolhas e fica fofo o local, perceptível ao toque.
Vazamentos no vaso sanitário Vazamentos no vaso sanitário: Pegue um pouco de papel higiênico e seque a parte interna do vaso sanitário. Após secar, pegue outro pedaço de papel higiênico e coloque dentro do vaso e verifique se ele ficará úmido, caso positivo, há vazamento no local.
Áreas externas Áreas externas / jardins: A grama mais verde e plantas maiores do que as outras que estejam sob as mesmas condições podem ser indícios de um possível vazamento no local.
Teste no hidrômetro Teste do hidrômetro: Feche a boia da caixa d’água e verifique o hidrômetro, caso ele continue rodando, o vazamento está na parte externa do imóvel, do hidrômetro até a caixa d’água e caso ele pare de rodar, o problema é interno.
Identificação de falhas Identificação de falhas: No fim do dia, anote o número que está no hidrômetro e no dia seguinte, antes de ligar qualquer ponto de água, verifique o número que está, caso seja o mesmo número anotado no dia anterior, não há vazamentos, caso contrário, existe algum vazamento.

Essas foram algumas dicas dos locais mais propícios a ter vazamentos, já que na maioria das vezes, ocorrem nas junções de cano, caixas acopladas e vasos sanitários, sendo esses, alguns pontos que merecem atenção redobrada e manutenções preventivas constantes.

Em caso de dúvidas, conte com a experiência e profissionalismo da equipe de caça vazamento da Roto-Rooter para encontrar e resolver os problemas que geram prejuízos tanto para residências quanto comércios e indústrias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *